domingo, março 18, 2012

Olhar

Olhar

Não conheço seu rosto,
nem o som da sua voz.
Não sei a cor dos seus cabelos,
tampouco dos seus olhos.
Não sei o gosto da sua boca,
nem o cheiro da sua pele,
tampouco conheço
a maciez de suas mãos.
Mas tenho a certeza,
que ao te encontrar,
saberei te reconhecer
pelo brilho do olhar!

(Civana)

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 

Arquivo do blog

Pesquisar no Portal